domingo, 27 de novembro de 2011

Nosso Fado (inédito)

Numa sala cheia de fumo e gente
quando o silêncio a nós se agarra
ouve-se o trinar de uma guitarra
ouve-se a voz do fado comovente.

Numa cadência certa e imponente
o fadista clama poesia com garra
a viola acompanha-o nesta farra
fado! Qual dos dois mais o sente?

Cantiga boémia, bem portuguesa
bandeira de uma nação tamanha
pátria da melancolia, da saudade.

Cantiga triste mas cheia de beleza
voz dum povo que a vida amanha
nosso fado, filho da portugalidade.

11 comentários:

  1. O Fado que é tão nosso, tão português e que prende a alma mesmo de quem não entende a nossa língua, dando mais valor às palavras saudade e nostalgia, aqui bem "poetizado" pelas tuas palavras, num belíssimo soneto!

    Beijocas meu Poeta

    ResponderEliminar
  2. Como sempre, sensacional, querido poeta.
    Um abraço imenso em sua portugalidade.

    ResponderEliminar
  3. Meu caro Poeta Manu;
    Apenas uma palavra para definir este soneto: EXCELENTE.
    Parabéns.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  4. Feliz Natal e um maravilhoso 2012, beijos no coração!

    ResponderEliminar
  5. Olá Manu!
    Vim te deixar um beijo e desejar um FELIZ NATAL! Muita saúde e paz. Um 2012 de muitas realizações. Sucesso sempre. Bj carinhoso.

    ResponderEliminar
  6. Soneto em que se encontra a essência do ser Português. Que ótimo ver a Vera Silva associada ateu blog, uma pessoa que desejo todo bem; Saudações minhas, um abraço. Claudio.

    ResponderEliminar
  7. Bem, eu tenho temido mudar, Porque eu construí minha vida ao seu redor, Mas o tempo traz coragem; crianças envelhecem, Estou envelhecendo também.(sinopse do meu blog)
    Acessa o meu blog?
    "Crianças Envelhecem"

    http://criancasenvelhecem.blogspot.com/

    Espero a sua visita, se gostar do meu blog, segue lá, ficarei muito feliz.
    Desde já obrigada, tenha uma ótima semana.
    Atenciosamente Dinha".

    ResponderEliminar
  8. Manu: Lindo poema adorei peço desculpa por andar fugido mas os meus blogues desapareceram tive que criar outros.
    Um abraço
    Santa Cruz

    ResponderEliminar
  9. Passando pra deixar um beijo. Saudade dos seus poemas. Bj carinhoso amigo. Saudades.

    ResponderEliminar
  10. Olá, querida Manu
    Passo pra saber de vc e tomara que esteja bem junto aos seus queridos!!!
    Também pra felicitá-la pela pascoela no dia de hoje!!!
    Bjm de paz e pascal

    ResponderEliminar